Como escolher um profissional ou espaço que ofereça massagem tântrica?

Quando se fala em tantra, o senso-comum remete quase que imediatamente ao sexo. Prova é uma busca no principal mecanismo de busca na internet. Utilizando a expressão-chave “massagem tântrica”, surgem resultados que vão desde profissionais que utilizam essa técnica como prática terapêutica até aqueles que oferecem massagens de cunho erótico cuja finalidade é oferecer aos clientes o prazer puro e simples, desvinculado de qualquer terapia. Desta forma, fica a dúvida: como escolher um profissional ou uma clínica que ofereça a verdadeira massagem tântrica?

 

“Há muitas clínicas relaxantes que oferecem este tipo de massagem e é muito fácil saber quem são as pessoas que trabalham de forma séria de quem não o faz”, afirma a terapeuta Dewa Deepta, do Espaço Vibração, do Rio de Janeiro. Segundo ela, há duas dicas primordiais. A primeira é observar as imagens que estão no site ou no material promocional da clínica ou do espaço. “Se as fotos são de moças em poses sensuais, fazendo caras e bocas, é sinal de que ali não há massagem de cunho terapêutico, mas sim, erótico”.

 

Outro ponto que os interessados devem estar atentos é em relação ao conteúdo do site. “Se houver uma explicação científica sobre o que é a massagem tântrica e de que forma pode ajudar as pessoas a melhorarem suas vidas de forma geral, este é um espaço que desperta confiança, caso contrário, é importante desconfiar, pois pode ser apenas um espaço que ofereça uma massagem com “final feliz” e não trabalhamos desta forma. O trabalho desenvolvido no Espaço Vibração é estritamente de cunho terapêutico”, ratifica.

0 Comentários

Fazer um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *