Thetahealing muda nossa forma de ver o mundo

Terapia poderá ser vivenciada no palco do Personare na Virada Sustentável, no dia 25 de agosto, com Gabi Squizato

Sabe quando você pensa que não existe mais ninguém bacana disponível? Ou quando você acha que vai ficar sozinha pra sempre? Isso é uma crença limitante. E aí que o Thetahealing entra. Mas antes, vamos entender o que são crenças e porquê são tão importantes. Uma crença é aquilo que você acredita (de maneira consciente ou inconsciente – e essa parte é bem importante de se notar!) que seja verdade. Elas são as lentes pelas quais enxergamos a vida, são os roteiros invisíveis que guiam as nossas experiências, elas criam a nossa realidade. O mais importante de se perceber aqui é que apenas cerca de 10% das nossas crenças estão conscientes… Todo o resto está no nosso subconsciente, como se estivessem à paisana.

Essas crenças podem ter sido desenvolvidas com base na nossa experiência de vida, podem ser coisas que vimos, ouvimos ou vivemos, podem ser heranças genéticas, podem ser do inconsciente coletivo do lugar de onde vivemos e também dos grupos sociais que participamos.

Uma crença se torna limitante quando atrapalha, bloqueia ou limita algum aspecto da nossa vida. Exemplo: quando você acredita que na sua profissão não é possível ganhar um bom dinheiro. Essa crença pode estar atrapalhando sua vida financeira.

COMO DESCOBRIR AS MINHAS CRENÇAS LIMITANTES INCONSCIENTES?

Usando o Thetahealing nós fazemos um processo de investigação. Você começa contando qual área da sua vida está te incomodando, onde você está tendo problemas. Isso já é grande indicativo das suas crenças, pois como elas criam a nossa realidade, ao observar com atenção a realidade que se apresenta, podemos começar a enxergar algumas crenças limitantes. Para se aprofundar e descobrir o que chamamos de crença raiz, nós usamos um processo de “escavação”, uma investigação intuitiva realizada em sessão.

TETHAHEALING AJUDA A QUEBRAR PADRÕES MENTAIS

Ao realizar uma sessão de Thetahealing, nós acessamos uma onda cerebral chamada Teta. Essa onda teta é uma frequência de relaxamento, e nos ajuda a acessar o subconsciente, onde esses padrões e crenças estão armazenados, em sua maioria. Então, primeiro realizamos uma investigação intuitiva para encontrar essas crenças. Depois, fazemos um comando de substituição, como se estivéssemos deletando arquivos danificados em um computador e substituindo por novos arquivos funcionais.

ESSÊNCIA DO SER: ENCONTRAR OU RETORNAR?

Não há a necessidade de encontrar a essência do nosso Ser, mas, sim, de retornar. Todos nós somos fagulhas divinas, e se não estamos nos sentindo assim é porque nos afastamos da essência de quem somos. Basta retornar para nossa verdade, que é o amor, que a nossa essência volta a se expressar através de nós.

O maior medo do seu humano é o de ser poderoso além dos limites criados por ele, além do “normal”. Por isso, a maioria das pessoas limita esse poder do Ser, por medo de se conectar com esse poder e de assumir a responsabilidade que vem com ele.

LIMPEZA ENERGÉTICA É PARTE IMPORTANTE DO PROCESSO

limpeza energetic

Nós estamos em contato com diversos tipos de energia todos os dias e o tempo todo, com pessoas diferentes e em diferentes níveis de consciência e intenções, espaços com grande circulação. Porém, nem sempre conseguimos nos manter nas vibrações mais elevadas o tempo todo. Todas as vezes que baixamos essa nossa vibração, seja com um sentimento, uma emoção, uma sensação, um medo, uma presença, podemos nos conectar com essas vibrações mais baixas. Por isso, é interessante manter uma rotina de limpeza energética, que nos conecte de novo com a nossa verdadeira essência e vibração, que é do amor.

Como se preparar para começar o ThetaHealing?

Não existe segredo para começar o Thetahealing, apenas a disposição de mudança e a crença em algo maior, que você pode chamar de Deus, Criador, Fonte, Espírito, Universo, ou o nome que fizer sentido para você.

 

Fonte: https://www.metrojornal.com.br/personare/2019/08/13/thetahealing-muda-nossa-forma-de-ver-o-mundo.html

0 Comentários

Fazer um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *